Vítima de perseguição da qual não estava envolvido, garoto morre baleado dentro de casa

Jovem de 16 anos foi morto dentro de casa enquanto jogava no celular - Foto: Reprodução/TV Globo

Um adolescente de 16 anos foi morto a tiros dentro da própria casa na cidade de Itabuna, no sul da Bahia, após ter a casa invadida por um homem que fugia de suspeitos armados. De acordo com a polícia, a vitima não era o alvo dos disparos que o acertaram. As informações são do Portal G1.

De acordo com a família de Gustavo Santos Sena, ele estava entretido jogando em seu celular usando fones quando um homem, que estava sendo perseguido por uma dupla dentro de um carro, invadiu o imóvel para se esconder.

Leia também

Um dos suspeitos saiu do carro, entrou na casa e disparou a esmo acertando o jovem. A mãe do adolescente, que não quis se identificar, conta que os familiares do garoto que estavam na residência se esconder ao ouvir os tiros. Quando saíram, Gustavo já havia sido baleado.

"Meu filho estava lá dentro [de casa] sentado, jogando no celular. Ele não ouviu os tiros. Quando meu filho se levantou, que fez a reação de correr, o cara já estava lá dentro e atirou nele", relatou a mãe de Gustavo ao G1.

Gustavo chegou a ser socorrido por vizinhos que o levaram para o Hospital de Base de Itabuna, mas não resistiu aos ferimentos. O homem que invadiu a residência pata se esconder conseguiu fugir ileso. Os suspeitos de perseguí-lo deixaram o local no mesmo carro em que chegaram.

"Só [quero] justiça. E a principal é a justiça de Deus. A do homem pode falhar, mas a de Deus não falha de jeito nenhum", desabafa a mãe do jovem que foi morto.

O caso aconteceu na noite do último dia 10. O corpo de Gustavo foi liberado na manhã desta quarta-feira (11) e vai ser sepultado, nesta quinta-feira (12), no cemitério Campo Santo.