Vitor Pereira também faz parte do choque de realidade do Corinthians

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Vitor Pereira perdeu o primeiro duelo contra Dorival Jr., na Libertadores. Foto: Gabriel Machado/AGIF (Gabriel Machado/AGIF)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A derrota de 2 a 0 para o Flamengo, no primeiro jogo das quartas-de-final da Libertadores da América, complicou a situação do Corinthians. O resultado saiu barato pelo que foi o segundo tempo, com amplo domínio rubro-negro.

Após a partida, Vitor Pereira admitiu que o Corinthians teve um choque de realidade dentro de campo. No entanto, o português teve boa parcela com escolhas discutíveis na escalação. Os pontos são esses:

Leia também:

- Fábio Santos está em melhor momento do que Piton;

- Fagner travado atrás, sem liberdade de apoio;

- Três volantes sem armação, apesar da tentativa inicial com Maycon, substituído por lesão;

-.Mosquito contra Rodinei ao invés de bater com Filipe Luís, menos intenso na marcação;

- Róger Guedes no banco, quando o Corinthians precisava de um ataque mais incisivo.

Vitor Pereira é bom treinador e isso ninguém discute. Ele conseguiu deixar o Corinthians sólido coletivamente, desde que assumiu. No entanto, seu time não tem criação pelo meio. O Corinthians vive de jogadas laterais e lances individuais. Isso ficou mais latente com a qualidade do Flamengo, comandando as ações pelo meio-campo. No duelo no setor, a equipe carioca foi amplamente superior.

Agora, o Corinthians vai ao Rio de Janeiro tentar uma virada histórica sobre um adversário que é melhor. Tarefa muito difícil. Se ficar atrás, verá o Flamengo tomar conta do campo. Então, só resta atacar, algo difícil para o Corinthians de Vitor Pereira, grande responsável por isso. A ver.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos