'Viva, Jude!', 'voando': jornais do Reino Unido comemoram atuação da Inglaterra na Copa do Mundo

Pelo jeito, é só questão de tempo até "o futebol estar voltando para casa", como gostam de cantar os ingleses. Depois da goleada da Inglaterra contra o Irã por 6 a 2, os principais jornais do Reino Unido demonstram animação com o time de Southgate, principalmente com o jovem meio-campista Jude Bellingham.

Ranking: Inglaterra e Irã é o primeiro 6 a 2 da história das Copas

Polícia: Catar anuncia primeira apreensão de drogas da Copa do Mundo

— Hooray (cântico tradicional para os ingleses, similar ao "viva") Jude — estampou o tabloide "The Sun".

Ao todo, o Sun separou quatro páginas para repercutir a goleada dos ingleses, além do caderno de esportes. Na capa, o jornal afirmou que Jude Bellingham, meia de apenas 19 anos, comandou "o melhor começo da Inglaterra em Copas do Mundo" com o gol marcado no primeiro tempo. Além dele, o atacante Saka também foi bastante comemorado.

Destaque: Bellingham, da Inglaterra, é o 1º nascido no século XXI a marcar em Copas do Mundo

Já o tradicional "The Guardian" comemorou o fato da seleção começar a Copa do Mundo "voando". Um pouco mais contido, o veículo também repercutiu o empate de País de Gales com os Estados Unidos em 1 a 1 e reservou um espaço considerável para falar sobre os protestos dos torcedores iranianos nas arquibancadas e dos jogadores dentro de campo.

— A Inglaterra nunca teve uma abertura de Copa como essa. Seis gols e uma performance exuberante. Ainda sim, esse jogo certamente será lembrado por algo mais , os memoráveis protestos dos jogadores iranianos que se recusaram a cantar o hino nacional num gesto de solidariedade com as oprimidas e protestantes mulheres do país — escreveu Sean Ingle, que também lembrou a torcedora iraniana que, emocionada, chorava nas arquibancadas.