Vivendi não tem ações sem direito a voto da Telecom Italia para conversão

MILÃO (Reuters) - O grupo de mídia europeu Vivendi não possui nenhuma ação sem direito a voto da Telecom Italia que possa ser convertida em ações ordinárias no âmbito da proposta do grupo de telefonia italiano, disse um porta-voz da Vivendi no domingo. A Vivendi, presidida por Vincent Bollore, acumulou gradualmente uma fatia de pouco mais de 20 por cento para se tornar a maior acionista da Telecom Italia, mas pode ver sua participação ser diluída para até 13,9 por cento quando a conversão das ações ocorrer. Ter ações sem direito a voto da Telecom Italia teria permitido à Vivendi limitar a diluição da sua participação. O porta-voz acrescentou que a Vivendi provavelmente vai se reunir com o regulador de mercado italiano Consob ainda neste mês. O Consob tem observado a Telecom Italia após o magnata das telecomunicações francesas Xavier Niel inesperadamente tomar posições maiores na companhia no último mês que podem torná-lo seu segundo maior investidor depois da Vivendi. [nL1N12Z0PQ] (Por Agnieszka Flak)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos