Vivendo no Retiro dos Artistas, Paulo César Pereio volta ao trabalho ao lado de Lima Duarte e outros medalhões

Vivendo no Retiro dos Artistas, no Rio, desde o início de 2020, Paulo César Pereio está de volta ao trabalho e no lugar onde se consagrou e se sente mais à vontade: no cinema. Há seis anos sem trabalho, o ator, de 81, iniciou na última semana os ensaios do filme "A fúria", que marca seu reencontro com Ruy Guerra, diretor de "Os fuzis", de 1964, entreia de Pereio na telonas.

No longa, cujas filmagens começam na próxima terça-feira, Paulo César Pereio vai trabalhar ao lado de outros medalhões, como Lima Duarte, Antonio Pedro, Maria Gladys, Anselmo Vasconcellos, Ricardo Blat e Daniel Filho, que retoma a parceria com Guerra depois do clássico e polêmico "Os Cafajestes".

O elenco se reuniu na última semana num galpão na Glória, no Centro do Rio, para as primeiras leituras do roteiro. Pereio estava acompanhado do filho, o ator João Velho, de seu casamento com Cissa Guimarães.

O filme "A fúria", a volta de Ruy Guerra aos cinemas após sete anos sem filmar, fecha a trilogia iniciado pelo diretor de 90 anos em "Os fuzis" e depois com "A queda".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos