'Vivi a pior noite da minha vida', diz mulher que denunciou assédio em Fan Fest da Copa

Uma mulher estrangeira, de nacionalidade não revelada, contou ter sido assediada sexualmente e agredida por torcedores homens dentro da Fan Fest de Doha, na Copa do Catar. O caso foi revelado pelo "Uol". Segundo o relato da torcedora, as agressões ocorreram no segundo dia do evento gratuito organizado pela Fifa, nesta segunda-feira (dia 21).

A mulher contou que o "pesadelo" aconteceu numa lona localizada antes da entrada da Fan Fest, na abertura do local para o acesso dos torcedores. No empurra-empurra, ela contou ter sido agredida com cotoveladas e assediada, com homens aproveitando a multidão para passar a mão por seu corpo.

"Naquele momento os homens ao meu redor se sentiram protegidos pela massa. Comecei a sentir mãos em mim, em todas as partes do meu corpo. Comecei a entrar em pânico. Nunca achei que isso fosse acontecer comigo. Eu só ouço que o Qatar é seguro e você vem para cá com outra cabeça, achando que isso não acontece aqui", disse a mulher à reportagem.

Ela continuou:

"Tentei virar, tentei ver quem estava fazendo aquilo, quem estava passando a mão em mim. Não tinha como saber. Não sei se foi uma ou se foram cinco pessoas. Era tanta gente que você não sabe de onde está vindo. Eu pensei que o pior que poderia acontecer comigo era que puxassem minha carteira, mas não. Preferia mil vezes ter perdido a carteira".

Segundo a vítima, a multidão não respeitou filas ou os acessos que dependiam da passagem pelo raio-x, e mesas e cadeiras fora derrubadas. Ao começar a chorar, ela diz que foi abordada por um policial, que a levou para fora e fe uma "barreira" para protegê-la. O agente de segurança, no entanto, não tomou nenhuma medida ou esboçou reação quando ela contou o que tinha acontecido.

A mulher também contou que, numa tentativa de conter a confusão, os agentes de segurança mandaram que os torcedores se sentassem no chão. Segundo a vítima, mães com crianças foram empuradas:

"Teve gente tentando proteger a esposa com filho e não conseguindo. Gente desistindo de ficar lá porque estava violento. Gente gritando que era perigoso. Não tinha nada que pudesse conter aquele pessoal. Nunca mais vou pisar em uma Fan Zone. Não recomendo a ninguém. Daquela noite, eu tenho só lembrança ruim".