Viviane Araújo pede indenização de R$ 30 mil a mulher do ex, Radamés, por posts; defesa rebate e cita: 'liberdade de expressão'

Michael Sá
1 / 2

vivi.jpg

Viviane Araújo está no centro de um nova polêmica. Na última quarta-feira, ele foi à delegacia do Recreio (42ª DP), na Zona Oeste do Rio, para registrar uma queixa de injúria e difamação contra Caroline Furlan, atual mulher de seu ex-marido, o jogador Radamés Martins. Isso depois de ela ter se posicionado em relação à artista na internet  - se referiu a Viviane como alguém que "vive de mídia baseada em barraco". Na Justiça, Viviane pede indenização de R$ 30 mil por danos morais e quer que Carolina venha a público se retratar por ter publicado uma série de mensagens ofensivas a respeito dela.

Ao EXTRA, a defesa de Carolina afirmou que ficou sabendo da queixa prestada por Viviane através da imprensa e que espera uma notificação judicial para tomar as devidas providências sobre o caso. O advogado Gustavo Chalfun disse ainda que os posts feito por sua cliente configuram uma liberdade de expressão.

"Ao que me aprofundei na matéria, estamos absolutamente tranquilos quanto à inocência da minha cliente e creio que o poder judiciário vai demonstrar essa inocência. Os posts feitos estão dentro da liberdade de expressão e de uma abrangência hoje que as redes sociais tiveram, eu não vejo ali, particularmente, nenhum excesso cometido por parte da minha cliente. São interpretações advindas da parte contrária que nós vamos serenamente esperar o poder judiciário decidir. Há todo um contexto para se chegar naqueles posts. Há tempo e modo nós vamos demonstrar as decorrências de tudo que fizeram chegar naquele cenário que lá estava. Existem vários precedentes aí do poder judiciário entendendo pela liberdade de expressão nesse sentido", disse Chalfun.

Segundo o advogado, caso não fique comprovado a prática de crime, a própria Viviane Araújo poderá responder um processo por denunciação caluniosa.

"A toda ação, evidentemente, existe uma reação dentro do próprio poder judiciário, e nós tomaremos as medidas legais que, inclusive, eventualmente, não ficar comprovada a prática de crime, incorre quem tenha afirmado (acusado), um outro crime previsto no código penal que é de denunciação caluniosa. Então, evidentemente, se amanhã isso não ficar provado, incorrerá a representante, ou seja, a própria Viviane Araújo que, eventualmente tenha ajuizado essa medida como a imprensa noticia, incorrerá à ela o crime de denunciação caluniosa. Estamos tranquilos, aguardando eventual notificação do poder judiciário para, eventualmente responder".

O imbróglio começou na semana passada, depois que veio à tona o acordo entre Radamés e Viviane, na disputa que existia à época da separação, em 2017: a atriz pagou R$ 400 mil (referente a um imóvel no Recreio dos Bandeirantes) ao jogador para evitar que a briga se estendesse na Justiça. Caroline Furlan, mulher de Radamés, criticou Viviane Araújo ao responder internautas nas redes sociais sobre a polêmica em torno do atleta. Ela entrou na história e respondeu a alguns comentários e criticou Viviane:

"Por que ela precisa disso? Vive de mídia baseada em barraco sempre ! Mas chega... isso vai acabar!", escreveu ela, numa das mensagens.
"Estou de saco cheio, simplesmente. Cansei desse 'mimimi' todo de internet. Mas deixa... A verdade vai vir à tona, e eu quero ver onde esses fãs (de Viviane) vão enfiar a cara", criticou.

Carolina cita ainda Gracyanne Barbosa, mulher de Belo, com quem Viviane também teve um relacionamento: "Sou casada com o Radamés, somos uma coisa só. Aquilo que afeta ele, me atinge também. Estou cansada de ele levar a fama de ruim, igual ao Belo e a Gracyanne. E ela (Viviane) sempre sai de coitadinha. Não consegui ser tão madura quanto a Gracyanne, e eu resolvi botar um ponto final nesse mimimi todo".

 

Sobre o imóvel, a cobertura foi adquirida quando Viviane e Radamés ainda estavam juntos, e ele colaborou com R$ 100 mil na compra. No momento da separação, ele exigia ter direito também ao imóvel, à metade dele. O pedido inicial de meio milhão de reais feito pelo jogador foi negado, e, só depois então, aceitou o valor de R$ 400 mil.

 

 

 

 

 

Nosso objetivo é criar um local seguro e atraente para os usuários se conectarem a interesses e paixões. Para melhorar a experiência de nossa comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários dos artigos.