Vivo, Tim e Claro pagarão multa de quase R$ 30 milhões

·1 minuto de leitura
Logo da Claro em um celular
Multa individual da Claro é de cerca de R$ 11 milhões

(Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

  • Procon Carioca multou a Vivo, Claro e Tim 

  • Somados, os valores chegam a quase R$ 30 milhões 

  • Operadoras são acusadas de não comunicar e ressarcir consumidores conforme as normas da Anatel

O Procon Carioca multou a Vivo, Claro e Tim por conta de problemas na comunicação e ressarcimento automático dos consumidores. Somadas, as multas chegam a quase R$ 30 milhões.

Leia também:

Segundo Igor Costa, diretor executivo do Procon Carioca, quando os serviços das operadoras são interrompidos por conta de manutenção ou falhas, o consumidor tem direito a receber o valor proporcional ao período em que não desfrutou do que contratou, mas isso não tem sido respeitado.

"O consumidor, além de ter uma informação clara e objetiva acerca das paralisações ou suspensões, programadas ou não, deve ser informado sobre a possibilidade de ressarcimento e receber esse abatimento de forma automática", destaca o diretor executivo do Procon Carioca, Igor Costa.

O órgão ainda apontou que a atitude das operadoras fere os direitos do consumidor e as normas da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). A multa da Claro e Tim é de cerca de R$ 11 milhões, cada uma, e da Vivo de, aproximadamente, R$ 7 milhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos