Vizinhos fizeram uma 'força-tarefa pra tentar localizar jovem assassinada em Magé

RIO — Vizinhos e familiares de Thuane Silva, de 20 anos, fizeram uma verdadeira força-tarefa para tentar encontrar a jovem que tinha desaparecido na tarde desta segunda-feira (2). O corpo de Thuane foi encontrado com sinais de violência sexual na casa de um vizinho em Parque Humaitá, em Magé, na Baixada Fluminense. Segundo a mãe da vítima, Simone Silva, muitos vizinhos tentaram ajudar na busca cavando com enxadas em busca do corpo.

— Eu bati na casa dele (vizinho suspeito) e pedi pra revistar. Começaram a vir os vizinhos, olhamos todos os arredores, casas, poços, cavamos buraco. E quando eu entrei na casa pra ver, era um quartinho só, e tinha um filme pornô na televisão. Depois os vizinhos acharam num quartinho onde fica o cachorro, sangue e dente. E começamos a revirar. Ele ia sair pra chamar a esposa, mas não deixamos. Depois ele conseguiu pegar a moto e fugiu. Tinha muita gente ajudando. Começamos a olhar nos poços, telhados, começamos a cavar. Quando os policiais chegaram, isolaram e não podíamos mais entrar. Mas não sei como, um dos vizinhos entrou, já estava de noite, e conseguiu achar ela em frente à porta dele. Ele tinha enterrado ela em frente à porta dele — conta a mãe de Thuane.

Simone diz que a filha tinha ido a um mercado comprar legume, mas ela estranhou a demora, e a falta de comunicação.

— Eu tenho uma papelaria na esquina da minha casa e eu pedi pra ela comprar um legume, enquanto eu esperava na papelaria. Ela comprou, deixou o legume em cima da minha mesa e eu não vi mais ela. Porém, a bicicleta dela estava lá. Quando eu passei pra ir na loja, que é na mesma rua da esquina da minha casa, eu e uma vizinha escutamos uns gritos pedindo socorro, “mãe, socorro”. Passei direto, mas ela não costuma sumir e já tinha 30 minutos que ela não aparecia. A gente ligava, não atendia o telefone. Me deu um estalo. Eu fui na casa da vizinha e falei que aquele grito era da minha filha, da Thuane.

Apaixonada e romântica

Thuane tinha 20 anos e cursava o último ano do Ensino Médio. A mãe a definiu como uma pessoa romântica e que gostava muito de maquiagem, chegou até a fazer um curso o qual não concluiu.

— Era uma menina muito apaixonada, carinhosa. Ela queria um amor, carinho, receber flores. Era uma pessoa que tinha esse pensamento — diz a mãe da jovem.

Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a morte da jovem e pedem justiça. "Thuane era uma garota incrível, que a justiça seja feita", escreveu uma amiga. "Nossa princesa agora brilha no céu. Uma menina tão sonhadora com um futuro inteiro pela frente, mas infelizmente esse covarde tirou ela de nós", escreveu outra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos