Vizinhos oferecem ajuda a pacientes e profissionais de hospital que pegou fogo em Copacabana

O primeiro momento foi de curiosidade. Assim que notaram a fumaça que vinha do prédio do Hospital São Lucas, em Copacabana, moradores da região foram para as ruas ver o que estava acontecendo. Logo depois, a solidariedade.

Relembre: Veja a sequência de erros que pode ter levado à tragédia do incêndio no Hospital de Bonsucesso

Indenizações: Incêndio no Hospital Badim deixou 23 mortos

O prédio de número 32, na Rua Pompeu Loureiro, se transformou em um hospital de campana improvisado. Dezenas de pacientes do São Lucas, a menos de 40 metros, foram levados para o local. Morador do prédio, Marcelo Augusto contou que foi um susto muito grande e só soube o que estava acontecendo quando viu a quantidade de pessoas deitada no estacionamento do local.

— Estava trabalhando e quando desci, muita fumaça e pessoas deitadas no chão. Achei bonita a atitude das pessoas aqui do prédio que montaram essa estrutura — disse.

Tragédia: Homem morre em incêndio em apartamento no Leblon

Vizinha do hospital, Magali Araújo, estava com a filha Rebeca Araújo, de 28 anos, internada lá desde sábado e, ontem, passou por uma cirurgia. Com a ajuda do outro filho, conseguiu tirar Rebeca do hospital logo assim que ouviu um barulho e percebeu a queda de luz.

— Pegamos uma cadeira de rodas do prédio, a deixamos em casa, e voltamos para ajudar as outras pessoas — conta Magali que, mesmo com a filha passando mal, voltou para prestar auxílio a outras pessoas. — Era muita fumaça, foi muito tumulto e as pessoas estavam desesperadas. Ficamos preocupados com os idosos. Estou aqui esperando as pessoas que tenham uma emergência maior serem atendidas para saber o que vamos fazer com ela.

Mesmo quem não qualquer ligação com pacientes e funcionários do hospital se mobilizaram para ajudar.

— Querem água, um biscoitinho? — oferecia Monica Peres Guerra aos pacientes e funcionários do hospital, do qual é vizinha. — As pessoas do meu prédio se organizaram e estão trazendo água, biscoito, para ajudar o pessoal. É uma tragédia isso, então temos que tentar ajudar de alguma forma.

Por volta das 9h30 da manhã, pacientes do hospital tiveram que deixar a unidade devido a uma forte fumaça que tomou conta da unidade. As primeiras informações dão conta de que o foto teria tido início num transformador. De avental, os pacientes foram levados para a rua em macas e até mesmo em cadeiras de escritório com rodinhas. Enfermeiros acompanhavam alguns com aparelho de oxigênio. De acordo com a direção do hospital, não houve feridos.

Em nota, o hospital disse que a situação está controlada: "O Hospital São Lucas informa que, por volta das 09h10 de hoje, 8 de junho, a rouparia, que funciona em um prédio anexo, teve um princípio de incêndio, em premissa, iniciado em um gerador de energia. Às 10h, o mesmo já havia sido controlado pelo Corpo de Bombeiros e os pacientes, que foram evacuados, começaram a retornar para o interior do hospital. As causas e os impactos na operação (de hoje) estão sendo investigadas e novas informações serão divulgadas".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos