Vladimir Putin sozinho numa missa na Catedral da Anunciação de Moscovo

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, marcou presença, sozinho, numa missa de Natal ortodoxa na Catedral da Anunciação de Moscovo, originalmente concebida para os czares. O Natal ortodoxo, que se celebra a 7 de Janeiro, foi a razão do apelo de Putin a um cessar-fogo de 36 horas. No entanto, as tréguas não têm sido respeitadas. Kiev e Moscovo assumem a responsabilidade pelo fracasso do cessar-fogo.

Alguns analistas do Instituto para o Estudo da Guerra acreditam que a proposta de cessar-fogo de Moscovo pretende apenas desacreditar Kiev e fazer da Ucrânia responsável pela continuação dos combates. As forças russas e ucranianas trocaram fogo de artilharia na linha da frente, mesmo depois de Moscovo ter dito que tinha ordenado às suas tropas que parassem os disparos. Apesar do cessar-fogo não cumprido, celebrou-se o Natal ortodoxo com vários eventos religiosos.