"Você está numa fria danada", diz Tatto a Russomanno a respeito de apoio de Bolsonaro

·1 minuto de leitura
SÃO PAULO, SP, 12.11.2020 - O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Jilmar Tattoo, durante debate da TV Cultura. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 12.11.2020 - O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Jilmar Tattoo, durante debate da TV Cultura. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No debate promovido pela TV Cultura nesta quinta-feira (12), com os candidatos a prefeito de São Paulo, Jilmar Tatto (PT) travou um embate com Celso Russomanno (Republicanos) ao ser questionado por ele se Lula (PT) passaria a apoiar Guilherme Boulos (PSOL), que tem mais chance de ir ao segundo turno.

Tatto, então, afirmou que Russomanno é especialista em perder eleição, porque já perdeu duas vezes seguidas em São Paulo. O petista também falou do apoio de Jair Bolsonaro (sem partido), rejeitado por 50% dos paulistanos, a Russomanno.

O próprio candidato do Republicanos não mencionou o apoio do presidente em nenhum debate desta semana.

"Você está numa fria danada", diz Tatto a Russomanno para risadas gerais no auditório.

Também no quarto bloco, o prefeito Bruno Covas (PSDB) foi questionado por Joice Hasselmann (PSL) a respeito do IPTU e foi alvo de críticas em dobradinha de Márcio França (PSB) e Arthur do Val (Patriota) e de Tatto e Boulos.

Erros de Covas na pandemia, como o megarrodízio, e sua ausência em viagem na Europa durante uma enchente foram lembrados pelos adversários,

Orlando Silva (PC do B), único candidato negro, falou em políticas contra racismo. Marina Helou (Rede) destacou propostas para as mulheres.