'Vocês votaram num cara do Centrão', diz Bolsonaro sobre críticas por ingresso no PL

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Jair Bolsonaro
    38.º presidente do Brasil

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro minimizou nesta segunda-feira as críticas que sofre por sua filiação ao PL, partido que inclui o Centrão. O presidente, que durante sua campanha à Presidência fez críticas ao grupo de partidos, disse que é "um cara do Centrão".

— Eu, pra conseguir disputar a eleição, tenho que ter um partido. É a mesma coisa do cara falar: "Ah, o Centrão". Poxa, vocês votaram num cara que foi do Centrão. Eu fui do PP por muito tempo. Fui do PTB, fui do então PFL — afirmou em entrevista à "Jovem Pan".

Depois de deixar o PSL, partido pelo qual foi eleito, em novembro de 2019, Bolsonaro ficou quase dois anos sem partido. Apesar de negociar seu ingresso em siglas de menor porte, o presidente decidiu ingressar no PL. O partido é comandado por Valdemar Costa Neto, condenado pelo Supremo Tribunal Federal no escândalo do Mensalão.

Apesar disso, Bolsonaro afirmou que não se deve estigmatizar os políticos filiados a partidos do centrão.

— Agora, não quer dizer que todo mundo que está lá sejam pessoas que merecem sere rejeitadas pela sociedade. Tira o pessoal do centro, porque centrão é um nome pejoriativo, e procura o outro lado, é o quê? O PSOL? O PCdoB? O PT? A Rede? — disse Bolsonaro.

Durante sua campanha, tanto Bolsonaro quanto alguns de seus auxliares fizeram críticas ao Centrão e prometeram um governo em que não existiria troca de cargos por apoio político. Na convenção que lançou a candidatura de Bolsonaro, o atual ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, chegou a ironizar o Centrão.

– Se gritar pega centrão, não fica um meu irmão – cantarolou Heleno.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos