Vocalista do Bokaloka já tinha sofrido um infarto em Paris e um acidente de ônibus no ano passado

Renato Cesar Alves de Oliveira, o Renatinho, vocalista do grupo de pagode Bokaloka, já tinha sofrido um enfarto e um acidente de carro em 2022. O cantor morreu nesta quinta-feira após sofrer um infarto durante um show no Bar do Zeca, na Zona Oeste do Rio, na noite de quarta-feira. Ele foi levado para o Hospital municipal Lourenço Jorge.

Em maio de 2022, Renatinho sofreu um infarto quando estava em Paris, onde o Bokaloka se apresentaria como parte de uma turnê pela Europa. O cantor passou por uma cirurgia onde recebeu stents.

Em janeiro no mesmo ano, Renatinho estava no ônibus do Bokaloka que se envolveu em um acidente de trânsito na BR 385, em Soledade, no Rio Grande do Sul. O Corpo de Bombeiros da cidade gaúcha confirmou que duas pessoas morreram no acidente: Arnildo José Garcia, de 61 anos, e Nilda Câmara Garcia, de 63. Os dois viajavam em um carro Fiat Palio e não faziam parte do grupo que estava com o Bokaloka.

O acidente com o ônibus do Bokaloka aconteceu depois que Palio tentou fazer uma ultrapassagem e bateu de frente com uma carreta, que, por sua vez, se chocou com o ônibus da banda.