Vocalista do grupo de pagode Bokaloka morre após infartar durante show no Rio

Renato Cesar Alves de Oliveira, o Renatinho Bokaloka, de 48 anos, vocalista do grupo de pagode Bokaloka, morreu nesta quinta-feira. Ele sofreu um infarto durante um show no Bar do Zeca, na Zona Oeste do Rio, na noite de quarta-feira. O cantor chegou a ser levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas não resistiu.

— Ele teve que ser levado às pressas direto para o Lourenço Jorge — contou Cláudio Malagueta, empresário do Bokaloka, quando o artista estava passando por exames.

Segundo Malagueta, Renatinho estava com uma artéria entupida e precisou passar por alguns procedimentos:

— O médico não deixou que ele fosse transferido para um hospital particular.

Após Renatinho ter que deixar o palco, Arlindinho, filho de Arlindo Cruz, que estava na plateia, assumiu o lugar do cantor.

Esta é a segunda vez em sete meses que o cantor passa mal: em maio do ano passado, ele sentiu fortes dores no peito durante uma turnê em Paris e foi levado para uma unidade de saúde na capital francesa. Na ocasião, Renatinho passou por um procedimento para a colocação de stents.

Início da carreira em 1995

O Bokaloka surgiu em 1995 com o nome de Água na Boca e Renatinho fazia parte do grupo desde a primeira formação. Em 1997, lançou seu primeiro CD "Você vai se amarrar", pela gravadora Indie Records e no ano seguinte o segundo "Apaixonado".

Em 1998, chegou às lojas o terceiro CD "Bokaloka", pela EMI. Em 2000 e 2001, alguns discos ao vivo gravados de shows do grupo foram lançados no mercado alternativo, caindo no gosto popular e aumentando ainda mais a popularidade do Bokaloka.

A popularidade dos CDs alternativos foi um dos fatores que levou a gravadora Deck Disc a lançar o CD "Bokaloka de verdade - Ao vivo", que atingiu a marca de 150 mil cópias vendidas, recebendo assim, seu primeiro disco de ouro. Em 2004, ainda pela Deck, o grupo lançou o CD "Bateu emoção - Ao vivo", também disco de ouro pela segunda vez.

Em 2005 já com a nova formação, Renatinho, Toninho e Sorriso deram continuidade ao trabalho do Bokaloka e em 2006 lançaram o primeiro DVD juntamente com o CD "Tá na hora - Ao vivo.