Voldemort e Dumbledore: entenda os apelidos que Anitta deu para Bolsonaro e Lula

Voldemort é Bolsonaro. Lula é Dumbledore. Pelo menos no universo de Anitta, que resolveu apelidar os principais candidatos à presidência da República com nomes de personagens do universo "Harry Potter". No último sábado, numa série de tweets sobre seu apoio ao candidato petista - e não ao Partido dos Trabalhadores -, a cantora trouxe referências aos personagens criados pela escritora J.K Rowling, em 1997, que depois foram adaptados para o cinema.

Guinness World Records: Anitta entra para o livro dos recordes com sucesso de 'Envolver'

Autora de Harry Potter: J.K. Rowling comenta em perfil de usuário banido do Twitter por transfobia

Voldemort, apelido que ela deu a Jair Bolsonaro, é o principal vilão da saga, o mais poderoso bruxo das trevas e líder dos Comensais da Morte. Ninguém gosta de pronunciar o nome, que costuma ser chamado de "você sabe quem" ou "aquele que não deve ser nomeado". Descrito como arrogante e obssessivo, queria eliminar os todo os que não tinha "sangue puro", ou seja, não fossem filhos de bruxos, proibindo-os de entrar em Hogwarts, a escola de magia frequentada por Harry e seus amigos.

Já Dumbledore, o Lula de Anitta, é o diretor da escola de magia e o único bruxo que causa medo em Voldemort. É descrito como bondoso e sábio, de voz firme, porém gentil, que também desejava o po der. Pertence a Grifinória, uma das quatro casas de Hogwarts. As outras são Sonserina (a de Voldemort), Corvinal e Lufa-lufa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos