REEDIÇÃO-Votação de recuperação dos Estados na Câmara só deve ser concluída na próxima semana

(Reedita 2º parágrafo para duas emendas já votadas, em lugar de três)

BRASÍLIA (Reuters) - A votação do projeto que cria um regime de recuperação fiscal para Estados super endividados só deve ser encerrada na próxima semana, afirmaram uma fonte próxima das negociações e o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), nesta quarta-feira.

A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira o texto principal da proposta e dedicou a tarde desta quarta-feira à votação de duas emendas ao texto. O governo garantiu votos suficientes para manter o texto apresentado pelo relator, deputado Pedro Paulo (PMDB-RJ).

Segundo a fonte, diante da proximidade do feriado e o temor de um esvaziamento no plenário, a votação das emendas restante ficou para a semana que vem.

Fora isso, o deputados precisam ainda analisar um requerimento para conferir o regime de urgência à reforma trabalhista, de forma a possibilitar que ela seja votada na comissão em que tramita na terça-feira, e no plenário na quarta.

Na véspera, o governo sofreu um revés ao ver requerimento semelhante rejeitado por não ter conseguido reunir 257 votos favoráveis. A derrota foi creditada a uma equívoco do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que não esperou tempo suficiente para encerrar a votação, mas também é identificada como um sintoma de divergências na base do governo.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)