Voto eletrônico é confiável e ataques de Bolsonaro são insensatos, diz grupo jurídico

*ARQUIVO* Brasília, DF - 2804/2022 - Foto, Presidente Jair Bolsonaro durante discurso para Vereadores. Nesta quinta (28) o Presidente Jair Bolsonaro (PL) participa da XXI Marcha dos Legislativos Municipais em Brasilia DF. (FOTO: Antonio Molina/Folhapress)
*ARQUIVO* Brasília, DF - 2804/2022 - Foto, Presidente Jair Bolsonaro durante discurso para Vereadores. Nesta quinta (28) o Presidente Jair Bolsonaro (PL) participa da XXI Marcha dos Legislativos Municipais em Brasilia DF. (FOTO: Antonio Molina/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O grupo Prerrogativas, formado por advogados e profissionais do direito, emitiu nesta quarta-feira (11) nota em defesa do sistema eletrônico de votação, num momento em que ele é atacado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

"Desde a introdução do sistema de votação eletrônica, nas eleições de 1996, até o início do mandato do atual presidente da República, o sistema de votação eletrônica, sob a coordenação do TSE, sempre teve a sua confiabilidade reconhecida plenamente pela sociedade brasileira e também pelo Poder Executivo", diz a nota.

Segundo o grupo, manter a confiança na Justiça Eleitoral é um importante gesto de respeito à democracia.

"A confiança na Justiça Eleitoral é um imperativo de respeito às instituições democráticas, razão pela qual repudiamos as insensatas tentativas de tumultuar a tranquilidade do pleito eleitoral que se avizinha", afirma.

Desde o início de seu mandato, Bolsonaro vem fazendo frequentes ataques ao sistema eletrônico, e ameaçando não reconhecer uma eventual derrota. Na semana passada, ele disse que seu partido, o PL, iria contratar uma auditoria independente para acompanhar a votação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos