Voto em trânsito: saiba como se inscrever para votar fora de seu colégio eleitoral

Voto em trânsito habilita o eleitor a votar em outro local do Brasil, fora do domicílio eleitoral (Foto: Getty Images)
Voto em trânsito habilita o eleitor a votar em outro local do Brasil, fora do domicílio eleitoral (Foto: Getty Images)

A partir desta segunda-feira (18), brasileiros que estiverem fora do colégio eleitoral de origem podem se inscrever para votar na eleição de outubro, o chamado voto em trânsito.

Nesta situação, o eleitor pode indicar que estará em outra cidade ou estado e, ao informar, pode votar. No entanto, isso se aplica somente se ele estiver em capitais e municípios com mais de 100 mil eleitores. A possibilidade vale para primeiro, segundo ou ambos os turnos.

“O voto em trânsito é como uma transferência de domicílio eleitoral, mas temporária. Por exemplo, moro no Rio de Janeiro, mas já sei que estarei em Brasília no dia da votação. Nessa hipótese, basta informar à Justiça Eleitoral que pretende votar naquela cidade indicada”, define o Tribunal Superior Eleitoral.

As possibilidades de voto em trânsito são possíveis em duas situações, segundo o TSE:

  • Para quem estiver fora da cidade, mas dentro do mesmo estado em que vota, poderá participar das eleições para os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou deputado distrital.

  • Já as eleitoras e os eleitores que pretendem votar em outro estado poderão participar da escolha apenas para o cargo de presidente da República.

O voto em trânsito não vale para quem estiver fora do Brasil. Mas, eleitores cujo título estiver cadastrado no exterior e, na data da eleição estiverem em território brasileiro, pode se habilitar para votar para presidente.

Como se inscrever para o voto em trânsito

Os eleitores podem se inscrever para o voto em trânsito tem entre 18 de julho e 18 de agosto para fazer a habilitação na justiça eleitoral. O procedimento deve ser feito de forma presencial, em um cartório eleitoral. Não há a opção de fazer o processo pela internet.

O eleitor precisa indicar onde pretende votar. Depois do prazo, 18 de agosto, não é possível alterar o local.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos