Wall St encerra em forte alta ao fim de semana volátil

·1 minuto de leitura
Prédio da Bolsa de Valores de Nova York. 13/04/2020. REUTERS/Andrew Kelly.

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - Wall Street encerrou em forte alta nesta sexta-feira, em um desfecho favorável para uma semana que viu sobe e desce do mercado acionário em meio a sinais de uma economia em recuperação e ao aumento do nervosismo em torno da inflação.

Todos os três principais índices dos Estados Unidos estenderam os ganhos de quinta-feira, quando o índice S&P 500 experimentou seu maior salto percentual em mais de um mês.

"O 'tudo vai subir' de hoje é porque todo mundo está comprando", disse Chuck Carlson, vice-presidente sênior da Wealthspire Advisors, em Nova York. "É um dia de 'comprar tudo'."

Ainda assim, os índices sofreram a maior queda semanal desde o fim de fevereiro.

As amplas oscilações da semana foram alimentadas por dados que reavivaram preocupações de que os aumentos de preços de curto prazo poderiam se traduzir em inflação de longo prazo, apesar do discurso oposto do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA).

As vendas no varejo estagnaram em abril e o sentimento do consumidor recuou, à medida que os preços permanecem em uma trajetória ascendente, sugerindo que, embora o "boom" de demanda possa estar dando uma pausa, o mesmo não se aplica à inflação.

O Dow Jones subiu 1,06%, para 34.382,13 pontos; o S&P 500 ganhou 1,49%, para 4.173,85 pontos; e o Nasdaq valorizou-se 2,32%, para 13.429,98 pontos.

Todos os 11 principais setores do S&P encerraram a sessão em alta, com energia, impulsionada pela recuperação dos preços do petróleo, desfrutando do maior ganho percentual, de 3,2%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos