Wall Street fecha com fortes perdas, à espera da Moody's

A Bolsa de Nova York fechou em queda nesta quinta-feira, deprimida por indicadores decepcionantes nos Estados Unidos, enquanto o mercado esperava um corte da nota de crédito de vários bancos por parte da agência Moody's: o Dow Jones cedeu 1,96% e o Nasdaq, 2,44%.

O Dow Jones Industrial Average perdeu 250,82 pontos, a 12.573,57 unidades, e a tecnológica Nasdaq 71,36 pontos, a 2.859,09 unidades.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 retrocedeu 2,33% (-30,18 pontos) a 1.325,51 unidades.

"Os dados econômicos decepcionantes e a negativa do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) de adotar qualquer forma de impulso (para os mercados) empurram os investidores a tentar realizar lucros obtidos no mês de junho", resumiu Sam Stovall, estrategista da Standard and Poor's.

O Fed anunciou que prolongaria a Operação Twist de estímulo à economia, que consiste em uma troca dos títulos de curto prazo do banco central por papéis de longo prazo e que tem como objetivo fazer baixar ainda mais as taxas de juros de médio prazo.

No entanto, o banco central americano não anunciou as medidas de estímulo monetário que Wall Street esperava.

Os investidores temem uma desaceleração da economia no mundo e nos Estados Uniods, enquanto que o Fed não fez nenhum anúncio até o momento, destacou Mace Blicksilver, da gestora Marblehead Asset Management.

No entanto, rumores de um corte iminente da nota de crédito de vários bancos por parte da agência Moody's "não impulsionou muito a confiança dos investidores".

Além disso, os indicadores americanos publicados nesta quinta-feira decepcionaram o mercado. As novas incrições semanais de seguro-desemprego caírma, apesar de sem apagar o forte avanço registrado na semana anterior.

No entanto, a atividade manufatureira na região da Filadélfia (nordeste dos Estados Unidos) caiu pelo segundo mês consecutivo.

O mercado de títulos fechou em leve alta. O rendimento dos papéis de 10 anos do Tesouro caíram para 1,618% contra 1,642% de quarta-feira, e os papéis de 30 anos caíram para 2,688% contra 2,724%. O rendimento dos títulos evolui no sentido oposto a seu preço.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias