Wall Street espera próximo passo do Zoom após boom da pandemia esfriar

·2 minuto de leitura

Por Chavi Mehta e Eva Mathews

(Reuters) - Quando o Zoom, aplicativo favorito para o trabalho em casa, divulgar seu resultado trimestral nesta segunda-feira, Wall Street estará de olho em detalhes sobre como a plataforma de videoconferência planeja atrair mais usuários, agora que seu crescimento meteórico atingiu o ritmo mais lento desde que a empresa abriu o capital.

O crescimento da receita do Zoom tem desacelerado, à medida em que a economia reabre, usuários reclamam que estão cansados do Zoom e pessoas vacinadas voltam para escolas e escritórios.

Analistas de Wall Street esperam que a receita cresça apenas 49% no trimestre que será apresentado, em comparação com taxas de crescimento múltiplas no último ano.

O Zoom arrebatou milhões de novos usuários quando a pandemia forçou mais pessoas a trabalhar, estudar e se comunicar com amigos e familiares de maneira remota.

A companhia agora está tentando vencer contratos maiores com as empresas, uma área dominada por rivais como Cisco, o Teams, da Microsoft, e o Slack, da Salesforce.

“No longo prazo, esperamos que o Zoom cresça e se torne uma plataforma de comunicação corporativa e colaboração mais ampla”, disse Rishi Jaluria, analista da RBC Capital Markets.

O CONTEXTO

“O ‘Ato 2.0’ da empresa é o Zoom Phone”, afirmou o analista da Piper Sandler James Fish. “Estamos vendo uma grande aceleração de soluções de voz indo de on-premise (feita internamente) para a nuvem, o que favorece fornecedores como o Zoom.”

O Zoom Phone é um sistema de telefone com base em nuvem, o que permite os usuários fazerem ligações entre dispositivos e ajuda as empresas a administrar atividades e gravar ligações. Tem mais de 400.000 consumidores.

Ao longo dos últimos dois meses, o Zoom afirmou que comprará a Kites GmbH, uma empresa que ajuda traduções em tempo real, e anunciou seu maior negócio - uma aquisição de 14,7 bilhões de dólares da fornecedora do software de call center com base em nuvem Five9, para dobrar a aposta no serviço.

“O lado corporativo do mercado migrou apenas 15% para celulares em nuvem”, disse Needham, analista da Ryan Koontz.

No entanto, o Zoom enfrenta um desafio duplo, com a concorrência de Cisco, Microsoft e Salesforce e o enfraquecimento pós-pandemia do crescimento do tráfego, embora um mundo de trabalho híbrido provavelmente mantenha a demanda em alta.

OS FUNDAMENTOS

*Analistas estimam que a receita do Zoom cresça 49% no segundo trimestre, para 991 milhões de dólares.

*O lucro por ação é estimado em 1,16 dólar.

*A ação disparou mais de 395% em 2020.

SENTIMENTO DE Wall Street

*Analistas de Wall Street estão bastante otimistas, com 15 de 28 classificando a ação como “compra” ou mais, enquanto 12 têm uma classificação de “manter” e um a classifica com “venda” ou menos.

*O preço alvo médio é 429,50 dólares, versus o preço atual de 340,81 dólares.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos