Wall Street fecha em alta com impulso de gigantes de tecnologia

·2 min de leitura
Operadores trabalham na Bolsa de Nova York, EUA

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários de Wall Street fecharam em alta nesta sexta-feira, com as principais ações de crescimento liderando o avanço conforme investidores olhavam para além de dados econômicos decepcionantes dos Estados Unidos.

Apesar da alta na sessão, todos os três principais índices de ações dos EUA encerraram o pregão abaixo do nível de fechamento da última sexta-feira, interrompendo uma sequência de cinco semanas de avanços semanais.

Os investidores preferiram o crescimento ao valor, com as ações de gigantes de tecnologia lideradas por Microsoft Corp e Apple Inc impulsionando os ganhos.

Dados preliminares de confiança do consumidor da Universidade de Michigan para novembro caíram inesperadamente para o nível mais baixo em 10 anos, e um relatório do Departamento do Trabalho mostrou que as vagas de emprego mal se moveram em relação às altas recordes, mesmo com os trabalhadores pedindo demissão em números recordes.

"Os mercados subiram hoje, apesar de um relatório de confiança do consumidor muito fraco, já que a inflação parece estar prejudicando os consumidores mais do que os lucros corporativos", disse David Carter, diretor de investimentos da Lenox Wealth Advisors em Nova York.

O Dow Jones subiu 0,5%, para 36.100,31 pontos. O S&P 500 avançou 0,72%, a 4.682,85 pontos, e o Nasdaq Composite teve alta de 1%, a 15.860,96 pontos.

Dez dos 11 principais setores do S&P 500 terminaram em alta, com o avanço de 1,7% dos serviços de comunicações liderando as altas. A queda de 0,3% da energia representou a maior perda percentual.

As ações da Johnson & Johnson ganharam 1,2% depois que a gigante da saúde anunciou sua divisão em duas empresas, separando seus segmentos de saúde para o consumidor de seus negócios de produtos farmacêuticos/dispositivos médicos.

Tesla Inc caiu 2,8% com a notícia de que o presidente-executivo Elon Musk vendeu mais 700 milhões de dólares em ações no capítulo seguinte de uma saga que começou com a enquete de Musk no Twitter sobre caso ele deveria descarregar ações da empresa que fundou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos