Wanessa Camargo abre o coração sobre separação: “História que deu muito certo”

Wanessa Camargo se separou de Marcos Buaiz após 17 anos de casamento (Iude Richele/ Divulgação)
Wanessa Camargo se separou de Marcos Buaiz após 17 anos de casamento (Iude Richele/ Divulgação)

Resumo da Notícia:

  • Wanessa Camargo está vivendo um momento de transformação na vida pessoal após a separação

  • A cantora contou que o casamento de 17 anos foi um sucesso e acredita que o momento vai melhorar

  • Ela e Marcus Buaiz são pais de dois filhos, José e e João, que são o foco da atenção deles

Wanessa Camargo está vivendo um dos momentos de transição mais intensos dos seus 39 anos. Lançando um novo trabalho musical, ela atravessa a separação de Marcus Buaiz após um casamento de 17 anos e dois filhos.

Em conversa com a revista “Marie Claire”, ela não vê o término como um fracasso. “O momento é muito difícil, mas vai passar, vai ficar tudo bem. Porque é uma decisão tomada com muito carinho, com muito respeito e foi uma história que deu muito certo. Fiquei num casamento 17 anos e agora começa um novo ciclo e está tudo bem. Vai ter esse momento de transição, que é o mais difícil, mas a gente vai sobreviver e vai dar tudo certo”, afirmou.

Para a cantora, não houve o tempo de sofrer na cama como términos romantizados. “O meu ficar na cama nunca existiu. Tenho muita coisa para fazer. Quando aprendi que sofrimento é uma opção e a dor vai acontecer, a gente aceita que o tempo é o senhor da razão”, avaliou.

Mas não se recolher, não significa não sentir. “Que a dor vai vir, que terão desafios e que vamos enfrentá-los. Mas se você está em paz, com a certeza de que está no momento de vida que aquilo precisa acontecer...Não quero que a minha felicidade seja a dor do outro. É o que está acontecendo comigo”, completou.

Pais de dois filhos, ela contou que eles entenderam em parte o momento e estão sendo o foco das atenções do ex-casal. “Estamos tentando com que as crianças tenham um momento, dentro disso, mais tranquilo possível. Nem tenho tempo de olhar para fora muito, eu estou olhando muito para dentro de casa. Como é que está na escola? Se vai ficar triste, vai ficar nervoso. Porque, às vezes, as crianças não sabem falar e ficam mais agressivos, cabisbaixos, silenciosos ou fugindo da realidade. Então é muita atenção, acolhimento e carinho. Se chorar, abraçar e acolher!”, conclui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos