Em vídeo, Weintraub critica STF: 'Botava esses vagabundos todos na cadeia'

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, diz que odeia Brasília (Foto: Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, liberou hoje a divulgação do vídeo da reunião ministerial no dia 22 de abril, quando o presidente Jair Bolsonaro teria manifestado abertamente a intenção de interferir na Polícia Federal, segundo acusações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Na reunião, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, defendeu a prisão de ministros do STF. Confira trechos da fala dele:

Leia também

“Eu não quero ser escravo nesse país. E acabar com essa porcaria que é Brasília. Isso daqui é um cancro de corrupção, de privilégio. Eu tinha uma visão extremamente negativa de Brasília. Brasília muito pior do que eu poderia imaginar”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

“O povo está querendo a liberdade”.

“Por mim eu botava todos esses vagabundos na cadeia. Começando pelo STF”, diz ministro.

"Eu percebo que tem gente com agenda própria. eu percebo que tem o jogo que é jogado mas eu não vim para jogar o jogo. eu vim aqui para lutar. e eu luto e eu me ferro. Eu tô com um monte de processo aqui no Comitê de Ética da Presidência".

“Odeio o partido comunista. ele está querendo transformar a gente em uma colônia. Esse país não é... Odeio o termo 'povos indígenas', odeio esse termo. O ‘povo cigano'. Só tem um povo nesse país".

"A gente está conversando com quem a gente tinha que lutar”, afirma.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.