Werdum abandona o MMA e migra para o boxe

Aos 44 anos, Werdum, que foi campeão do UFC, toma mesmo caminho de Anderson Silva.
Aos 44 anos, Werdum, que foi campeão do UFC, toma mesmo caminho de Anderson Silva. Foto: (Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Seguindo os passos de Anderson Silva, o lutador gaúcho Fabrício Werdum, de 44 anos, anunciou que irá adiar sua aposentadoria, mas não vai mais competir no MMA. Em entrevista coletiva, o 'Vai, Cavalo', afirmou que está migrando de categoria e passará a competir no boxe.

Ex-campeão mundial de jiu jitsu e dos pesos pesados do UFC, ele ainda acredita que tem capacidade de competir no boxe: "Depois de 24 anos lutando jiu-jítsu, grappling e MMA, é difícil ter a decisão. Não gosto dessa palavra "aposentado" ou de ouvir que eu parei de lutar. Para nós, lutadores, é muito difícil ter essa ideia de fazer o que você mais gosta na vida e parar 100%. Vou mudar o foco completamente. Quando me propus a ser campeão de jiu-jítsu, fui, e do UFC, também fui. Agora, o foco é mudar. Nas artes marciais - eu faço todas - seria o jiu-jítsu em primeiro lugar, o muay thai em segundo, wrestling e boxe em terceiro. Agora, vou inverter essa sequência. Vou colocar o boxe em primeiro lugar. Não tenho esse título do boxe e quero poder me dedicar 100% ao boxe, porque quero esse título inédito. Já fui campeão de tudo, mas de boxe, não. Nunca competi no boxe, e quero colocar mais um cinturão na parede. Não parei de lutar. Só mudei o foco completamente. Não vou mais lutar MMA para poder focar no boxe".

Leia também:

Sem prazo para estipular sua estreia na modalidade, Werdum disse que pretende treinar com Rafael Cordeiro, seu mestre e amigo que treina Mike Tyson, até se sentir confortável para a disputa: "Essas lutas que estão acontecendo agora com youtuber, boxeador ou alguém do MMA. Não tenho pressa. Tenho um tempinho, estou bem. Ainda não tenho data, mas já se cogitou o Bare Knuckle, porque a bolsa era muito boa. Em Londres, não nos EUA, e não sei se é a mesa organização, mas acredito que sim, mas rolou uma conversa. O Bare Knuckle é bastante agressivo, sem luva, e é complicado, porque não tem proteção e machuca bastante. Pela bolsa, por que não? Se estão querendo pagar milhões, por que não lutar? Mas ainda não tenho uma data definida e essa negociação não evoluiu".

Por falar em Mike Tyson, ele, aos 54 anos de idade, é uma das inspirações de Werdum, além do compatriota Anderson Silva, de 47 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos