Wesley Batista Filho assumirá o cargo de presidente global de Operações da JBS

O empresário Wesley Batista Filho assumirá o cargo de presidente global de Operações da JBS a partir do dia 1º de novembro, informou a empresa em comunicado ao mercado nesta sexta-feira. O atual Presidente de Operações – América do Norte, André Nogueira, deixará sua posição na mesma data.

Nogueira permanecerá na empresa exercendo cargo consultivo até o final do ano, quando passará a integrar o conselho consultivo da JBS USA, além de manter seu papel no Conselho de Administração da Pilgrim’s, informou a JBS. Wesley Batista Filho continuará se reportando a Gilberto Tomazoni, CEO Global da JBS. Tim Schellpeper, CEO da JBS USA, Brent Eastwood, CEO da JBS Austrália, e Gilberto Xandó, CEO da JBS Brasil, se reportarão a Wesley Batista Filho.

Mito: JBS quer colocar fim ao tabu do uso da soja brasileira em carne vegetal

Suspensão: China proíbe compra de carne da JBS e outros frigoríficos por uma semana

Mineração: JBS compra ativos da Vale no MS

Batista Filho ocupava o cargo de presidente global de operações na América Latina, Oceania e do negócio de plant-based na JBS. Trabalha na empresa desde 2010 e é membro da família dos fundadores. Ele é filho de Wesley Mendonça Batista e sobrinho de Joesley Batista. É formado em economia e trabalhou no Banco do Brasil, no Brasil e nos EUA, antes de entrar na JBS.

Já atuou como presidente da JBS no Canadá entre 2014 e 2016, além de ter uma rápida passagem como presidente da JBS Fed Beef, nos EUA. Voltou para a América do Sul em 2017, como CEO da companhia de carnes para a região - cargo que ocupou até janeiro deste ano.

Melhor desempenho da história

No ano passado, a JBS teve o melhor desempenho de sua história com o aumento da demanda por proteínas, especialmente nos EUA, onde aumentou muito a procura por carne bovina tanto no mercado doméstico quanto no internacional.

A JBS teve um lucro líquido de R$ 20,5 bilhões em 2021, mais que o triplo que no ano anterior, quando bateu em R$ 4,6 bilhões. Sozinho, o resultado do quarto trimestre do ano passado já foi melhor que o acumulado de 2020. De outubro a dezembro, a JBS lucrou R$ 6,4 bilhões, aumento de 61%.

A empresa continuou seu processo de expansão global. Distribuiu mais de R$ 7 bilhões em dividendos e investiu R$ 11 bilhões em novas aquisições. A JBS tornou-se a segunda maior empresa não financeira do país, atrás da Petrobras. No ano passado, sua receita líquida foi de R$ 350 bilhões.

Neste ano, a JBS mantém a expectativa de crescimento. Nos Estados Unidos, a demanda por carne segue forte, e a Ásia está comprando cada vez mais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos