WeTransfer contrata bancos para IPO em Amsterdã, dizem fontes

Abhinav Ramnarayan e Toby Sterling
·1 minuto de leitura
WeTransfer contrata bancos para IPO em Amsterdã, dizem fontes

Por Abhinav Ramnarayan e Toby Sterling

LONDRES/AMSTERDÃ (Reuters) - A empresa de tecnologia holandesa WeTransfer está planejando uma listagem no mercado de ações em Amsterdã em abril ou maio, para aproveitar o apetite de investidores por empresas de tecnologia, disseram à Reuters três fontes familiarizadas com o assunto.

A empresa, mais conhecida por seu serviço de compartilhamento de arquivos online, contratou o Bank of America-Merrill Lynch e o Morgan Stanley como coordenadores globais para a o IPO, acrescentaram as fontes.

Duas das fontes disseram que a empresa busca uma avaliação de cerca de 3 bilhões de euros. E uma delas disse que o ABN Amro e o Barclays também estariam no sindicato.

Porta-vozes da empresa, do Bank of America, do Morgan Stanley e do Barclays não quiseram comentar. O ABN Amro não estava imediatamente disponível para comentar.

A WeTransfer gera a maior parte de suas receitas de anúncios em seu serviço de compartilhamento de arquivos e por meio de ferramentas pagas para ajudar a criar apresentações e compartilhar e organizar ideias. Mais de 1,5 bilhão de arquivos por mês são compartilhados por meio de seu serviço.

Os principais acionistas são Highland Capital Partners com uma participação de 57,6%, STAK com 19% e HPE Growth com 13,5%.

A decisão de listar em Amsterdã vem em parte por causa das origens da empresa e em parte porque a cidade holandesa está ganhando uma reputação como um local internacional, disse uma das fontes.

Várias empresas europeias de tecnologia aceleraram seus planos de listagem neste ano, à medida que os valuations de tecnologia dispararam na esteira da pandemia de Covid-19.

(Reportagem de Abhinav Ramnarayan, Toby Sterling e Arno Schuetze)