WeWork sairá de 40 locais nos EUA após previsão abaixo das expectativas

Por Kannaki Deka

(Reuters) - A WeWork previu receita no quarto trimestre abaixo das estimativas e disse que sairá de cerca de 40 locais com baixo desempenho nos Estados Unidos, derrubando as ações em mais de 15%, enquanto o provedor de espaço de trabalho lida com altas despesas e um dólar americano forte.

A empresa, que oferece estações de trabalho, escritórios particulares e pisos personalizados, passou por uma mudança impulsionada pela pandemia para o trabalho flexível fora dos escritórios tradicionais, mas o aumento da inflação deste ano está começando a pesar nos gastos das empresas.

"Uma recessão vai impactar materialmente as operações da WeWork porque as PMEs (pequenas e médias empresas) vão cortar custos. Isso pode levar a um aumento na configuração do WFH (trabalho remoto)", disse Max Georgiou, analista da Third Bridge.

A WeWork espera uma receita no quarto trimestre entre 870 milhões e 890 milhões de dólares, abaixo das metas de Wall Street de 923,8 milhões de dólares.

A empresa não divulgou em quais locais dos Estados Unidos encerrará suas operações. "Esses locais são aqueles que não atendem aos nossos critérios de design, têm obsolescência ou há excesso de oferta no mercado", disse o presidente-executivo da WeWork, Sandeep Mathrani.

Os fechamentos devem custar cerca de 200 milhões de dólares em pagamentos de aluguel restantes nos arrendamentos, enquanto contribuem com cerca de 140 milhões de dólares para os principais ganhos anuais ajustados, disse Mathrani.

A empresa vem trabalhando para reduzir sua pegada imobiliária e reduzir o número de funcionários em face das obrigações de arrendamento de longo prazo que totalizavam 15,57 bilhões de dólares no final de setembro. Alguns de seus inquilinos, em contraste, estão apenas em arrendamentos de curto prazo.

A empresa registrou receita de 817 milhões de dólares no terceiro trimestre, abaixo das expectativas do mercado de 865 milhões de dólares, de acordo com uma pesquisa da Refinitiv com cinco analistas.