WhatsApp é multado em 225 milhões de euros na Irlanda

·1 minuto de leitura
Para o WhatsApp, o valor da multa é desproporcional. A empresa apelará da decisão. Foto: GettyImages.
Para o WhatsApp, o valor da multa é desproporcional. A empresa apelará da decisão. Foto: GettyImages.
  • Multa é a mais alta da lei de privacidade da União Europeia;

  • Porta-voz da empresa disse que o app tem o compromisso de oferecer um serviço seguro e privado;

  • Segundo o WhatsApp, o valor da multa é desproporcional.

A Irlanda multou o WhatsApp em 225 milhões de euros (R$ 1,4 bilhão) depois de uma investigação de dois anos. O motivo foi a violação da lei de privacidade da União Europeia.

Segundo as informações de um jornal britânico, o aplicativo não divulgou aos usuários de que forma compartilhou seus dados para o Facebook, dona do aplicativo.

Leia também

A punição é uma das maiores da lei na UE. As autoridades do bloco europeu interferiram na investigação irlandesa e forçaram o país a aumentar o valor da multa, que é quatro vezes maior que a anterior.

Em 2018, a União Europeia começou a lei de privacidade, exigindo que companhias de tecnologia tenham o consentimento dos usuários na coleta de dados. Para o WhatsApp, o valor da multa é desproporcional e apelará da decisão.

O porta-voz do WhatsApp disse que a empresa tem o compromisso de oferecer um serviço seguro e privado. Também afirmou que há um trabalho para assegurar que as informações fornecidas sejam transparentes e vastas. Além disso, afirmou que a empresa discorda da forma que a transparência era fornecida em 2018.

Em 2009, Brian Aton e Jan Koum criaram o WhatsApp com a função de ser uma alternativa para o SMS. Em 2014 o Facebook comprou o aplicativo de conversas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos