WhatsApp pode liberar avatares para chamadas de vídeo

O site WABetaInfo diz que o WhatsApp pretende disponibilizar um recurso de avatares para videochamadas (Getty Image)
O site WABetaInfo diz que o WhatsApp pretende disponibilizar um recurso de avatares para videochamadas (Getty Image)
  • WhatsApp estaria criando recurso para avatares em videochamadas

  • A informação foi divulgada pelo site especializado WABetaInfo

  • Essa seria uma forma de aproximar o usuário comum aos recursos do metaverso

Nem todo mundo é fã de chamadas de vídeo. A ideia de aparecer na frente de uma câmera com o cabelo bagunçado ou com o rosto sonolento afasta algumas pessoas que preferem usar outros formatos de comunicação.

Uma ferramenta que estaria sendo desenvolvida pelo WhatsApp pode ajudar a atrair esse público. O site especializado WABetaInfo diz que a Meta pretende disponibilizar um recurso de avatares para videochamadas.

A funcionalidade apareceu na versão beta do app para Android e está sendo desenvolvido desde março. O portal diz que a função pode entrar em fase de testes já nas próximas semanas.

O site ainda registrou uma captura de pela na qual o WhatsApp mostra um aviso de "trocar para avatar" toda vez que o usuário fechar a câmera durante uma chamada de vídeo. Essa seria a forma de utilizar o recurso no aplicativo.

Essa poderia ser uma forma de aproximar o usuário comum do metaverso, que já utiliza o sistema de avatares para a comunicação dentro do espaço virtual. Mark Zuckerberg, CEO da meta, é entusiasta da modalidade e já estuda a criação de ferramentas e plataformas para fazer parte dessa nova etapa da história da internet.

Apesar dos rumores e da expectativa, o WhatsApp ainda não confirmou a implementação da novidade. Enquanto não há mais informações, o jeito é arrumar o cabelo, jogar uma água no rosto e continuar colocando a cara na tela a cada vez que alguém faz esse tipo de ligação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos