Whindersson Nunes carrega lembrança de João Miguel, o filho que morreu

Whindersson Nunes mostrou que João Miguel, o filho que morreu dias depois do nascimento, segue sempre presente em suas memórias e até mesmo no dia a dia. Na madrugada desta sexta-feira (6), o humorista publicou a foto do chaveiro que fez em homenagem ao bebê.

Na imagem compartilhada, ele segura o chaveiro que contém a foto em que aparece segurando a mãozinha de João. Esse foi o único registro do menino que Whindersson dividiu com os fãs. "Quanto mais noção da realidade você tem, mais longe você passaria de apertar o botão de viver pra sempre", escreveu o humorista.

João Miguel é fruto do antigo relacionamento entre Whindersson e a estudante Maria Lina Deggan. O bebê nasceu prematuro, com apenas 22 semanas de gestação, em maio do ano passado. Dois dias depois, ele morreu. Após a perda do filho, o casal anunciou o fim do noivado.

Além disso, em dezembro, o humorista afirmou que irá se afastar dos palcos por tempo indeterminado. Sem dar mais detalhes, ele garantiu que seu último espetáculo será o "Isso não é um culto", com previsão de estrear ainda neste ano.

Saudade

Whindersson não nega que sente a falta do filho. Recentemente, ele relembrou o dia do chá revelação ao ser questionado por uma fã sobre um momento que ele considerava inesquecível. O humorista, então, publicou uma foto da festa e disse: "Queria viver esse dia em looping."

Depois, Whindersson voltou a falar de paternidade e mostrou as tatuagens que fez no rosto, sendo uma delas com as iniciais JM, para representar o nome João Miguel, ao lado de uma cruz, e outra que diz: "live like a warrior", que traduzido do inglês significa "viva como um guerreiro". O desenhos foram feitos logo após a morte do menino.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos