WSL anuncia calendário de 2022 com igualdade entre homens e mulheres

·3 min de leitura
San Clemente, CA - September 14: Carissa Moore and Gabriel Medina hold their winning trophies at the Rip Curl World Surf League Finals at Lower Trestles in San Clemente, CA on Tuesday, September 14, 2021. (Photo by Paul Bersebach/MediaNews Group/Orange County Register via Getty Images)
Entidade máxima do surfe mundial também confirmou que a etapa final da temporada será novamente em Trestles, na Califórnia. Foto: (Paul Bersebach/MediaNews Group/Orange County Register via Getty Images)

A WSL (World Surf League), organização que controla as competições do surfe mundial, confirmou as datas do calendário da temporada de 2022 com novidades para este ano.

Assim como realizado no último ano, o primeiro do novo formato de competição, a etapa final do circuito mundial de surfe será realizada em Trestles, na Califórnia. De acordo com o comunicado emitido pela WSL, o evento, que é patrocinado pela Rip Curl, faz parte de um contrato de três anos da organização com a empresa.

Leia também:

A temporada que se inicia no próximo dia 29 terá o retorno do Brasil ao calendário, uma vez que o país ficou fora dos últimos dois anos por conta da pandemia de Covid-19 que afetou o mundo todo. A etapa brasileira será no "Maracanã do Surfe", em Saquarema, no Rio de Janeiro, no mês de junho.

Pela primeira vez na história, homens e mulheres disputarão suas baterias nas mesmas etapas durante todo o calendário, que será único. A igualdade na premiação para homens e mulheres também acontecerá no ano de 2022.

Com dez etapas em sete países diferentes, a temporada conta com o retorno de G-Land, na Indonésia, após 24 anos longe da elite do circuito mundial e a estreia de El Salvador no calendário regular. Em agosto, no Taiti, serão conhecidos os cinco finalistas masculinos e femininos para a disputa do WSL Finals.

A última das mudanças é a de um corte que acontecerá após a quinta etapa do circuito. Os 12 homens e as 6 mulheres que tiverem pior colocação no ranking serão cortados e terão de disputar sua permanência na primeira divisão do surfe mundial no Qualifying Series.

Os representantes do Brasil na temporada serão: Gabriel Medina, Filipe Toledo, Italo Ferreira, Yago Dora, Deivid Silva, Jadson André, Miguel Pupo, Samuel Pupo e João Chumbinho na categoria masculina e Tatiana Weston-Webb na categoria feminina.

Confira o calendário completo do WCT 2022:

Primeira etapa: 29-10 de janeiro a fevereiro: Billabong Pro Pipeline no Havaí

Segunda etapa: 11-23 de fevereiro: Hurley Pro Sunset Beach apresentado por Shiseido no Havaí

Terceira etapa: 03-13 de março: MEO Pro Portugal em Supertubos, Peniche, Portugal

Quarta etapa: 10-20 de abril: Rip Curl Pro Bells Beach em Victoria, Austrália

Quinta etapa: 24-04 de abril a maio: Margaret River Pro em Main Beach, Western Australia

CORTE DO MEIO DA TEMPORADA: Redução de 36 para 24 participantes masculinos e de 18 para 12 femininas.

Sexta etapa: 28-06 de maio a junho: Quiksilver / ROXY Pro G-Land na Indonésia

Sétima etapa: 12-20 de junho: Surf City El Salvador Pro apresentado pela Corona

Oitava etapa: 23-30 de junho: Oi Rio Pro apresentado pela Corona em Saquarema, Brasil

Nona etapa: 12-21 de julho: Corona Open J-Bay em Jeffreys Bay, África do Sul

Décima etapa: 11-21 de agosto: Tahiti Pro em Teahupo´o, Taiti

DEFINIÇÃO DOS CLASSIFICADOS PARA O WSL Finals

Rip Curl WSL Finals: 08-16 de setembro Lower Trestles, Califórnia, Estados Unidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos