Xamã antivacina que prometia combater coronavírus com água benta morre de Covid-19

·1 minuto de leitura
Xamã não resistiu às complicações da Covid-19 (Ishara S.KODIKARA/AFP via Getty Images)
Xamã não resistiu às complicações da Covid-19 (Ishara S.KODIKARA/AFP via Getty Images)
  • Eliyantha White tinha 48 anos e não resistiu às complicações da Covid-19

  • Ele pregava contra a vacina e dizia que combateria a doença com água benta

  • O religioso era considerado guru de celebridades e políticos da região

Um xamã do Sri Lanka morreu na semana passada vítima de Covid-19. Eliyantha White tinha 48 anos e ficou famoso ao dizer que combateria o coronavírus lançando água benta nos rios do país.

A família de White confirmou à agência France Press que o líder religioso faleceu na quarta-feira passada (22). Ele estava internado com a doença desde o início do mês, teve uma piora nas últimas semanas e não resistiu.

Leia também:

White pregava constantemente contra a vacina e garantia que não receberia o imunizante contra Covid-19.

O xamã posicionou-se dizendo publicamente que a melhor forma de combater a doença era lançando água benta nos rios do país. Na época, encontrou apoio na então ministra da Saúde, Pavithra Wanniarachchi.

Morte do religioso emocionou seguidores no Sri Lanka (ISHARA S. KODIKARA/AFP via Getty Images)
Morte do religioso emocionou seguidores no Sri Lanka (ISHARA S. KODIKARA/AFP via Getty Images)

A mulher, porém, acabou contaminada pelo vírus meses depois, precisou ser internada em uma UTI local e perdeu o cargo.

Eliyantha era guru de celebridades

Eliyantha White era o guru de alguns políticos e estrelas do esporte, incluindo o primeiro-ministro do Sri Lanka, Mahinda Rajapaksa, e a estrela indiana de críquete, Sachin Tendulkar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos