Xangai suspenderá restrições de lockdown em 1º de junho

Profissional de saúde coleta amostra para exame de detecção de Covid-19 em Xangai

XANGAI (Reuters) - As autoridades de Xangai vão suspender o lockdown de dois meses da cidade a partir da meia noite de quarta-feira, permitindo que carros particulares, incluindo táxis, voltem às ruas e as pessoas entrem e saiam livremente de conjuntos habitacionais de baixo risco.

O transporte rodoviário e ferroviário também retomará as operações básicas a partir de 1º de junho, incluindo uma balsa que conecta distritos separados pelo rio Huangpu, disse o governo municipal de Xangai em comunicado em sua conta oficial do WeChat.

"A situação epidêmica em nossa cidade foi efetivamente controlada e a situação continua melhorando", afirmou em seu comunicado. As pessoas ainda serão obrigadas a usar máscaras, desencorajadas a se reunir e incentivadas a se vacinar, acrescentou.

Xangai impôs um lockdown em toda a cidade a seus 25 milhões de habitantes em 1º de abril para combater a disseminação da Covid-19, determinando medidas duras que causaram uma indignação pública generalizada por questões como centros de quarentena lotados, dificuldades de acesso a alimentos e perda de renda.

Nas últimas semanas, a cidade flexibilizou algumas regras, mas a maior parte da rede de transporte público permaneceu fechada e as pessoas só podiam dirigir se obtivessem aprovação prévia.

(Reportagem de Brenda Goh e Redação de Pequim)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos