Xavi pediu retorno de Messi para o Barcelona em 2023, segundo jornal

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A parceria entre Xavi Hernández e Lionel Messi foi vitoriosa nos mais de 10 anos que jogaram juntos com a camisa do Barcelona. E agora, o atual treinador do time catalão quer repetir a parceria dos tempos de jogador, agora tendo o argentino como seu comandado, e pediu a Joan Laporta, presidente do Barça, para que contrate o camisa 30 do PSG de volta ao clube para a temporada 2023-24, segundo informações do jornal Sport.

O técnico do Barcelona considera que o retorno do craque argentino poderia ser a chave para a reconstrução do clube, de acordo com o jornal, pediu ao presidente para que trouxesse Messi de volta quando o seu contrato com o PSG terminasse, em 2023. Xavi considera que mesmo com 36 anos de idade, Lionel pode oferecer muito ao futebol, tanto em termos de experiência, como jogo, e considera viável o retorno dele ao time para integrar e liderar o novo projeto do Barça.

Xavi também considera que uma volta de Messi ao Barcelona seria uma forma de recuperar um ativo perdido pelo clube, fechar as feridas na entidade que afetaram no aspecto econômico e esportivo após a sua saída em 2021, e encerrar um ciclo que se iniciou no ano 2000, quando o argentino veio de Rosário para as categorias de base blaugranás, aos 13 anos de idade.

Por outro lado, o PSG também manifestou o interesse de estender o contrato de Lionel Messi para além de 2023, quando seu acordo com o clube parisiense acaba. O clube francês confirmou os grandes benefícios esportivos e econômicos de ter o argentino em seu elenco, mas por ora, o foco do camisa 10 da seleção argentina é a Copa do Mundo do Catar, o grande objetivo do atacante no ano de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos