Xiaomi conversa com montadora chinesa BAIC para produção de carros elétricos, diz Bloomberg

(Reuters) - A fabricante de smartphones Xiaomi avalia uma parceria com a Beijing Automotive Group Co (BAIC) para produção de veículos elétricos, à medida que enfrenta atrasos na aquisição de uma licença para fabricação de carros por conta própria, disse a Bloomberg News nesta sexta-feira.

A Xiaomi e a BAIC estão explorando várias opções, incluindo a compra pela empresa de smartphone de uma participação na segunda fábrica da Beijing Hyundai, que possui licença para fabricar veículos na China, disse a reportagem, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

A Beijing Hyundai, joint venture entre Hyundai e BAIC, possui três fábricas em Pequim.

Xiaomi e BAIC não comentaram. Um executivo da Beijing Electric Vehicle Co, unidade de veículos elétricos da BAIC, disse à Reuters que não está ciente de tais negociações entre as empresas.

Um porta-voz da Hyundai disse que as alegações relatadas sobre a empresa sul-coreana são "infundadas".

(Por Baranjot Kaur; reportagem adicional de Zoey Zhang)