Xico Sá pede demissão da Folha após ter texto em apoio a Dilma barrado

Após polêmica política, o escritor Xico Sá não é mais colunista da Folha de S. Paulo. (Foto: Reprodução/Instagram)

Xico Sá é agora ex-colunista da Folha de São Paulo. O escritor deixou o jornal após ter um artigo em que declarava seu voto a Dilma Rousseff (PT) barrado pela alta cúpula do grupo.

Em resposta ao portal Brasil 247, Sérgio Dávila, editor-executivo da Folha, confirmou que Sá está fora da carta de colunistas da casa.

"Sim, Xico Sá pediu demissão da Folha. Em sua última coluna semanal, que seria publicada no sábado 11/10 no caderno Esporte, ele declarava voto num dos candidatos à corrida presidencial, o que fere a política do jornal, segundo a qual os colunistas devem evitar fazer proselitismo eleitoral em seus textos. Se quiserem, podem escrever artigo em que revelam seu voto e defendem candidatura na pág. A3 da Folha. Esta opção foi dada a Xico Sá, que recusou a oferta", afirmou.

O texto em questão seria publicado na versão impressa do jornal no sábado (11). Na madrugada, porém, Xico Sá utilizou sua conta pessoal no Twitter para disparar críticas à candidatura de Aécio Neves e à "imprensa burguesa", além de defender a petista, dizendo que "eu estou com meu povo".

Abaixo você confere alguns dos tuítes de Xico Sá. O desabafo começou assim:







 

E depois fez ataques ao PSDB e à Armínio Fraga, Ministro da Fazenda em caso de vitórioa de Aécio Neves:

Xico Sá respondeu a críticas que recebia de internautas - falando sua trajetória jornalística -, e atacando o tucano Aécio Neves: