Xuxa defende Anitta de críticas 'absurdas' e afirma: 'Tem que bater palma'

·2 minuto de leitura

Parece que a Poderosa tem uma aliada contra os haters: a Rainha dos Baixinhos. Durante uma live realizada na tarde desta segunda-feira, no Instagram, Xuxa afirmou que as críticas que Anitta recebe do público são ''absurdas'' e exaltou a trajetória da artista. Em um papo com o jornalista Luis Erlanger, a apresentadora falava sobre artistas com origens mais simples e acabou mencionando a carioca, que é de Honório Gurgel, na Zona Norte do Rio.

"Anitta é uma pessoa que tá sendo criticada por muita gente e isso é um asurdo. A gente tem é que bater palma para ela. Ela fala inglês muito bem, fala espanhol... Se quiser falar chinês, vai falar muito bem também. Ela canta, dança e sapateia. Ela pode ter atitudes que muitos não gostam, mas não vamos diminuir a história dela. O que ela viveu, o que ela passou e o que vai viver ainda'', afirmou a loira.

Xuxa ainda comentou que valoriza origens humildes, como a dela e Angélica, que nasceu no ABC Paulista, em São Paulo: ''Eu não tenho inveja de ninguém que tenha nascido em Ipanema, Leblon... Mas ão trocaria por Bento Ribeiro e Santa Rosa, as coisas que eu vivi lá.''

Por falar em outros endereços, a Rainha dos Baixinhos falou sobre os planos de se mudar para fora do país no futuro e revelou, ainda, que tem visto casas ''muito bonitas'' na Itália.

''Isso é um plano para o futuro, não é pra amanhã nem logo, não. Tenho que trabalhar, fazer todos os projetos que tem fazer e ver os resultados... Acredito que daqui uns dois anos eu possa ver o que vai acontecer. Coloquei essa casa à venda (no Rio) e fico pensando na minha filha, que quer morar fora... Mas meu trabalho ainda é aqui. E eu não sei o que vai acontecer com o Brasil, com o mundo. Mas dizer que tenho planos de morar fora, tenho. Na Itália, na região da Toscana. É um lugar que estou vendo casas lindas, maravilhosas. Estou olhando casas, sim. Mas não tenho planos de ir agora, então vão me aguentar por muito tempo aí (risos)", afirmou a apresentadora.

Obrigação de não ficar em cima do muro. Tem que dar nossa opinião, seja uma opinião de uma pessoa que aceitem ou não. Se faz que vai acrescentar em alguém, que faça. É obrigação, é necessário as pessoas se posicionarem.