Xuxa prepara mudança para casa menor e quer fazer exposição com fotos da família

·2 minuto de leitura

Os baixinhos de Xuxa tem tido, nos últimos dias, a oportunidade de ver, pela primeira vez, detalhes da vida da apresentadora quando ela era ainda uma criança em Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, ou no Rio de Janeiro, para onde semudou com a família quando tinha 7 anos. Organizando a mudança para "uma casa menor" (a apresentadora vendeu, recentemente, sua mansão de 2780m² na Barra da Tijuca), ela descobriu um álbum de fotos de sua mãe, Alda, e resolveu compartilhar os achados no Instagram.

— Estou separando coisas que eu gostaria que ficassem no escritório, outras no acervo, na minha casa, e outras que vou doar. Nessa mistura de mudança e de troca, achei um álbum da minha mãe. Vi essas foto, achei bastante interessante e comecei a querer postar, dividir com as pessoas coisas que eu nem sabia que tinha — contou Xuxa. — Fiquei meio que na dúvida. Não sei se as pessoas teriam interesse em saber mais da minha vida, já que ela é exposta desde os meus 16 anos de idade.Tive uma grata supresa que todo mundo curtiu.

Dentre os achados, há imagens das férias na casa que a família alugava em Coroa Grande, praia do estado do Rio, do apartamento em Bento Ribeiro, na Zona Norte da capital fluminense, da primeira comunhão, com as primas no Sul e até de fantasia que usou nos tempos em que namorou Pelé. Tudo vem acompanhado com legendas bem descritivas, que denotam a boa memória nesses 58 anos.

— Fui uma pessoa de muita sorte. Sempre tive uma vida simples, mas muito rica. Não rica de dinheiro, mas rica de detalhes.

A viagem no tempo tem despertado saudade dessa simplicidade que não volta mais.

— A gente viajava de Bento Ribeiro para Deodoro, de Deodoro para Santa Cruz, de Santa Cruz para Coroa Grande. E a gente ia, literalmente, com cachorro, periquito e cinco filhos — relembra. — Sinto falta do meu irmão com violão cantando para gente nesse trem chamado macaquinho, que era todo de madeira. Sinto falta de minha mãe cantando, do cheiro dela. Sinto falta do meu pai, cercando os filhos. O Seu Meneghel ia na frente e a gente ia atrás. Sinto falta de tudo, dos detalhes.

Xuxa tem planos de fazer uma exposição não só com imagens, roupas e objetos importantes de sua carreira, como também de sua família. A ideia é exaltar todo o círculo de amor com que foi cercada.

— Eu gostaria que tivesse um espaço para a minha mãe, de coisas dela, de roupas, do perfume que ela usava, para as pessoas sentirem o cheiro dela. Queria emprestar para uma exposição coisas que só eu vivi, só eu senti. Estou muito inclinada a uma coisa para as pessoas me conhecerem um pouco mais e saberem o quanto é importante ter uma família perto da gente. E isso eu tive muito com a minha mãe.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos