Yasmin Brunet sugere motivo específico para Medina querer a presença dela na Olimpíada: ‘Daqui a pouco, as pessoas vão saber’

·1 minuto de leitura

Acompanhando o marido no embarque para Tóquio, a caminho da Olimpíada, Yasmin Brunet e Gabriel Medina abordaram, novamente, com a imprensa o veto do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) em relação a ida dela ao evento. No Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, Yasmin sugeriu que há um motivo específico para o marido fazer tanta questão dela no Japão, porém, não revelou qual.

— O surfe é um esporte individual. Mas a razão para ele (Medina) querer me levar nós não podemos falar no momento. Daqui a pouco, as pessoas vão saber. Mas, sério, para ele, (a minha presença) seria muito importante. Mas graças a Deus o Andy King (treinador) está indo com ele e vai dar um suporte — disse ela, em entrevista ao GHZ.

O surfista tentou credenciá-la como parte do estafe olímpico, já que ela, de fato, integra a equipe dele desde janeiro, mas o Comitê não autorizou ninguém além do técnico.

Em Tóquio, as competições de surfe estão programadas para ocorrer entre os dias 25 e 28 de julho, se a Praia de Tsurigasaki estiver em boas condições; caso contrário, as disputas podem ir até o dia 1º.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos