Yellen pressionará G20 por imposto global mínimo acima de 15%, dizem membros do Tesouro dos EUA

·1 minuto de leitura
Secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen

WASHINGTON (Reuters) - A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, pressionará seus pares do G20 nesta semana em busca de uma taxa mínima de imposto global acima do piso de 15% acertado por 130 países na semana passada, mas uma decisão não é esperada até as fases futuras das negociações da OCDE, disseram funcionários do Tesouro dos EUA nesta terça-feira.

Yellen também está trabalhando com o Comitê de Finanças do Senado dos EUA e o comitê tributário da Câmara para incluir disposições no projeto de lei orçamentário a ser aprovado via reconciliação -- procedimento pelo qual o Congresso consegue aprovar projetos relacionados a gastos, impostos e dívida de forma mais rápida, com exigência apenas de maioria simples.

As disposições visam permitir a implementação de acordos fiscais internacionais, incluindo uma realocação de direitos tributários para grandes empresas multinacionais, disseram os funcionários em entrevista coletiva.

(Por David Lawder e Andrea Shalal)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos