Yeltsin Jacques conquista 100º ouro do Brasil na história das Paralimpíadas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Yeltsin Jacques conquistou a 100ª medalha de ouro do Brasil na história dos Jogos Paralímpicos (Foto: Ale Cabral/CPB)
Yeltsin Jacques conquistou a 100ª medalha de ouro do Brasil na história dos Jogos Paralímpicos (Foto: Ale Cabral/CPB)

O segundo ouro de Yeltsin Jacques nas Paralimpíadas de Tóquio entrou para a história do esporte paralímpico brasileiro. Com a medalha na prova dos 1500 metros da classe T13 nesta terça (31), o Brasil chega a 100 medalhas de ouro, entrando para um grupo seleto de apenas 22 países a alcançar tal feito nas edições de verão. 

Jacques fez história com uma prova sensacional, obliterando o recorde mundial anterior por quase um segundo, com a marca de 3:58.75. É a segunda medalha do sul-matogrossense em Tóquio, sempre junto ao guia Carlos Antonio dos Santos, o Bira. A primeira veio nos 5000m, com um final impressionante.

Leia também:

O atleta conquistou o 13º ouro no Brasil na capital japonesa e a 36ª medalha do país no geral. Até o fechamento desta matéria, o Brasil se encontra em 5º lugar no quadro de medalhas de Tóquio.

O 99º ouro veio na segunda (30), com Beth Gomes. A atleta de 56 anos venceu a prova do lançamento de disco das classes F51/52/53, liderando de ponta a ponta e com direito a novo recorde mundial - 17,62 metros. 

O Brasil participa das Paralimpíadas desde a edição de 1972, em Heidelberg (Alemanha Ocidental). Desde 1984, o país sempre conquistou pelo menos uma medalha de ouro e esteve entre os 10 principais medalhistas nas últimas três edições - 9º na Pequim-2008, 7º na Londres-2012 e 8º na Rio-2016.

Quem conquistou o primeiro ouro?

A primeira medalha de ouro do Brasil foi conquistada nos Jogos de 1984, divididos entre Stoke-Mandeville (Grã-Bretanha) e Nova York (EUA). Na sede britânica, Márcia Malsar foi ao lugar mais alto do pódio no 200m na classe C6 do atletismo e se tornou a primeira brasileira a levar um ouro nas Paralimpíadas. 

Quem tem mais medalhas de ouro?

Entre as suas 27 medalhas paralímpicas, o nadador Daniel Dias acumula 14 ouros. Foram quatro em Pequim, seis em Londres e quatro no Rio de Janeiro.

Como os esportes contribuíram para os 100 ouros?

Atletismo 52, natação 38, bocha 4, judô 5, futebol 4, esgrima de cadeira de rodas 1, levantamento de peso 1. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos