Yitian 710: Alibaba cria seu primeiro chip ARM para tarefas pesadas em nuvem

·2 min de leitura

O Alibaba pode ser mais conhecido por ser dono do AliExpress, mas possui outras frentes de negócios. A mudança nos hábitos de consumo dos chineses tem impulsionado empresas a apostarem em serviços, e a aposta na sua própria nuvem de servidores visa atualizar as frentes de atuação da marca.

Agora competindo em um mercado no qual Huawei e Baidu também participam, o conglomerado desenvolveu seu próprio chip para abastecer o portfólio de serviços digitais. A empresa declara que construiu o chip ARM para servidores mais potente da indústria, oferecendo 20% mais desempenho que os competidores e 50% mais eficiência energética.

(Imagem: Bethany Douin/Pixabay)
(Imagem: Bethany Douin/Pixabay)

Chamado Yitian 710 e desenvolvido pela subdivisão PingTouGe, ele é moldado em processo de 5 nanômetros e possui 60 bilhões de transistores. Construído em arquitetura ARMv9 ele é escalável para comportar até 128 núcleos de CPU que rodam a até 3,2 GHz.

Como só uma boa CPU não constrói desempenho, ele poderá trabalhar com memórias de interface DDR5 e componentes adicionais via interface PCIe 5.0. Esta última permite que os controladores dobrem a velocidade de transferência de dados em relação a um hardware via PCIe 4.0, chegando a 32 GB/s. As taxas ajudam aplicações de machine learning e IA a trabalharem com cargas que muitas vezes são insanamente diferentes a depender da demanda.

Para uso próprio

Uma das vantagens dos servidores é o escalonamento do hardware a depender da demanda. Para facilitar esse processo e diminuir gargalos, o Alibaba Cloud contará com um controle de fluxo focado na eficiência de distribuição, o que segundo a empresa aliviará de forma considerável filas e congestionamentos de tarefas.

Nesse primeiro momento a solução Yitian 710 estará disponível exclusivamente para... o Alibaba Group. O conglomerado usará o chip para suas próprias necessidades de pesquisa, armazenamento e processamento. A empresa ressalta que segue cooperando com Intel, Nvidia, AMD e outras para fornecer produtos domésticos e empresariais ao mercado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos