YouTuber famoso é acusado de golpe após faturar milhões com criptomoeda própria

·1 minuto de leitura
Ljubljana, Slovenia - may 14 Bitcoin and alt coins cryptocurrency close up shoot
Ljubljana, Slovenia - may 14 Bitcoin and alt coins cryptocurrency close up shoot
  • YouTuber famoso por estilo cômico lançou moeda própria.

  • Após forte valorização, ele vendeu parte das moedas.

  • Seguidores o acusam de esquema de “pump and dump”.

O YouTuber Patrick Shyu, conhecido no mundo da tecnologia como TechLead, é famoso por seu jeito arrogante cômico, por ostentar o fato de ser milionário, ex-funcionário do Google, Facebook, e por ter sido abandonado pela própria esposa num caso que ele fez questão de detalhar em seus vídeos.

Leia também:

Mas Shyu também é famoso por se meter em polêmicas, como da vez em que foi acusado de roubar a ideia de um parceiro de negócios lançando um site sobre testes de programação para entrevistas de emprego em grandes empresas de tecnologia.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Desta vez, no entanto, as acusações são ainda mais sérias: usuários acusam o TechLead de ter montado um esquema de “pump and dump” de criptomoedas – em que ele usou sua popularidade como YouTuber para fazer uma moeda valorizar, antes de vender grande parte de seu estoque conforme ela disparou.

As informações são de reportagem do Tecnoblog.

O token em questão é o Million Token (MM) que Shyu acaba de lançar. No início, uma moeda valia o equivalente a US$1, mas rapidamente o valor disparou, e em poucos dias chegou a US$36.

Nesta terça-feira (6), o token era negociado a US$12,8 após forte desvalorização.

O detalhe é que um usuário notou que a carteira do TechLead apareceu com uma quantidade significativamente menor de MMs depois da alta, e um lucro pessoal de pelo menos US$2 milhões – ele as vendeu quando a moeda chegou em seu pico, ou pelo menos grande parte dela.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos