YouTube reforça promoção de vídeos de checagem de fatos

Logomarca do YouTube

O YouTube reforça sua luta contra a desinformação com "pôsteres informativos" relacionados à negação de rumores e outras informações duvidosas, no momento em que a crise do coronavírus dá origem a inúmeras teorias da conspiração e remédios falsos na Internet.

Esses pôsteres, que já aparecem na Índia e no Brasil desde o ano passado, agora serão distribuídos nos Estados Unidos, anunciou a plataforma de vídeos do Google em comunicado divulgado nesta terça-feira.

A pandemia da COVID-19 "reafirmou a importância de espectadores receberem informações precisas", disse o YouTube, especialmente à medida que mais usuários da Internet se informam por meio deste canal on-line.

Os vídeos de "verificação de fatos" (factcheck) aparecerão no caso de uma investigação sobre um assunto que foi desmentido por parte de meios de comunicação afiliadis à International Fact Verification Network (IFCN), a organização que é uma referência no assunto.

O YouTube já tornou efetiva em março uma seção de informações sobre a crise da saúde para promover "conteúdo autorizado".

O Google também anunciou recentemente uma doação de US$ 1 milhão para a IFCN.

Todas as principais redes sociais estão se mobilizando para impedir a disseminação de notícias falsos e propagandas enganosas e privilegiar informações governamentais e de organizações de saúde.