Zagueiro cumpre serviço comunitário após maus tratos a gatos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Zagueiro Kurt Zouma, com passagem pelo Chelsea, começou a cumprir a pena determinada a ele.
Zagueiro Kurt Zouma, com passagem pelo Chelsea, começou a cumprir a pena determinada a ele. Foto: (Rasid Necati Aslim/Anadolu Agency via Getty Images)

Pouco mais de quatro meses depois de ter sido flagrado agredindo um gato com chutes e pontapés, o zagueiro francês Kurt Zouma, com passagem pelo Chelsea, iniciouo cumprimento de sua punição de 180 horas de serviço comunitário nesta segunda-feira. Réu primário, Zouma, que atua no West Ham, e seu irmão, Yoan, conseguiram escapar da prisão em uma cadeia.

Além dos sete dias e meio de punição, o atleta francês teve de pagar uma multa de 10 mil euros, aproximadamente R$ 51 mil na cotação atual, e teve proibição por cinco anos de possuir gatos. Seu irmão, Yoan Zouma, foi punido em 140 horas de serviço comunitário por ser considerado cúmplice no caso. Na decisão proferida no começo do mês, a juíza Susan Holdham declarou que o ato foi vergonhoso e repreensível: "Você chutou e deu um tapa naquele gato. Aquele gato procurou você para cuidar de suas necessidades. Mas o causou sofrimento desnecessário para sua própria diversão".

Leia também:

Assim que o caso veio à tona, o West Ham, clube da Premier League que o zagueiro atua desde o ano passado, se manifestou condenando os atos cometidos por ele e declarou que as punições financeiras que estavam ao alcance do clube foram impostas.

Leia o comunicado:

"O West Ham United deseja deixar claro que condenamos nos termos mais fortes qualquer forma de abuso ou crueldade contra animais. Este tipo de comportamento é inaceitável e não está de acordo com os valores do clube de futebol.

Dentro de 48 horas do surgimento das imagens, multamos Kurt no máximo disponível para o clube. Cada centavo desse dinheiro está agora com várias instituições de caridade merecedoras, todas dedicadas ao bem-estar animal.

Kurt admitiu na primeira oportunidade que o que ele fez foi errado. Ele se desculpou sem reservas. Esperamos que agora que o tribunal tenha chegado à sua decisão, todos permitam a Kurt a chance de aprender com seu erro e seguir em frente".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos