Zambelli afirma na avenida Paulista que vai denunciar o STF a corte internacional

***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 29.06.2021 - A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) posa para foto com sua cachorra, chamada Pituca, na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 29.06.2021 - A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) posa para foto com sua cachorra, chamada Pituca, na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) disse em um carro de som na avenida Paulista esperar que esta seja a última vez que seja necessária a ida dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) às ruas e anunciou uma denúncia contra ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) em âmbito internacional.

"Tenho um sentimento de que talvez essa seja a última vez que seja necessário a gente voltar às ruas", afirmou ela, após mencionar o que considera intimidações sobre militantes de direita. Zambelli disse ao público que todos têm a missão de até 2 de outubro "conquistar corações e mentes" pela reeleição de Bolsonaro.

A deputada disse, sem entrar em detalhes, que entrará com uma denúncia contra ministros do STF na "Corte Internacional de Direitos Humanos", provavelmente se referindo à Corte Interamericana de Direitos Humanos, ligada à OEA (Organização dos Estados Americanos). Ela mencionou a ação contra empresários aliados de Bolsonaro autorizada pelo STF.