Zambelli diz que rostos em camisa de homem no vídeo viral poderiam ser de 'Lula ou Che Guevara', mas eram dos Beatles

"O que está atrás de mim de camiseta preta, com rostos que não sei se são de Lula ou Che Guevara, foi ele quem me deu um totó para eu cair", disse a deputada Carla Zambelli em uma publicação no Instagram neste sábado após perseguir, com arma em punho, um homem numa rua de São Paulo. Conforme a imagem da perseguição viralizou, internautas repararam que o referido indivíduo de camiseta preta na verdade usava uma blusa com estampa dos Beatles: John Lennon, Ringo Starr, Paul McCartney e George Harrison.

Essa pequena observação em meio a um acontecimento alvo de críticas e pedidos por cassassão de mandato — considerando que o TSE proibiu transporte de armas de fogo na véspera da eleição, no próprio dia, e no dia seguinte, acabou também repercutindo. Além disso, o vídeo da situação mostra a deputada caindo sem interferências externas. O homem que Zambelli perseguiu já estava à frente dela.

"Che Lennon, Lula McCartney, Fidel Harrison e Ringo Mujica", ironizou um usuário do Twitter.

Após os músicos britânicos terem sido identificados na roupa, outras pessoas que possuem o mesmo modelo aproveitaram para usá-la neste domingo ao se dirigirem a seus locais de votação para o segundo turno da eleição presidencial e compartilharam o registro do look do dia das redes sociais.