Zambelli retorna ao Brasil e discursa em ato golpista

Carla Zambelli (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Carla Zambelli (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
  • Deputada federal Carla Zambelli aparece em ato golpista em Brasília, discursando para grupo que pede uso das Forças Armadas contra resultado das eleições;

  • Em fala, a parlamentar disse ter ‘boa notícia ‘ para manifestantes e falou sobre encontro de Bolsonaro com comandantes das Forças Armadas;

  • Zambelli havia deixado o país em 3 de novembro após ser apontada como uma das lideranças de bloqueios ilegais nas rodovias federais.

A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) participou de um ato golpista em Brasília, na tarde desta quinta-feira (24), em Brasília.

Em discurso para os manifestantes que pedem intervenção militar ou federal e questionam o resultado das eleições presidenciais, a parlamentar prestou continência e disse não falar como deputada, mas como “ativista dos movimentos nas ruas”.

“Estive com vocês, também acampada em 2015, em 2016, e das ruas fui para o Congresso. E eu juro que imaginei que fosse ser mais fácil. Não está sendo fácil, mas só é possível porque vocês existem”, afirmou a deputada a apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) que se concentravam em frente ao Quartel General do Exército.

Ainda durante o ato, ela afirmou ter uma ‘boa notícia’ para os manifestantes e contou que o presidente Bolsonaro estava reunido com o ministro da Defesa e comandantes das Forças Armadas.

Ela, no entanto, não deu mais detalhes, mas adiantou que seria apresentada ainda na quinta uma ação para “mexer com as estruturas do Senado”. As informações são do portal Congresso em Foco.

“Contem com a gente. Enquanto vocês estão aqui, saibam que existem pessoas trabalhando às vezes no bastidor, às vezes caladinho, mas a gente está trabalhando. E eu não vou descansar enquanto um segundo enquanto a gente não conseguir a nossa liberdade”, discursou.

A deputada encerrou sua fala entoando “ou ficar a pátria livre, ou morrer pelo Brasil”, trecho do Hino da Independência.

Fora do Brasil

A deputada Carla Zambelli retornou discretamente ao Brasil no último sábado (19), após ter passado quase três semanas nos EUA. Eleita para novo mandato por São Paulo, ela viajou no dia 3 de novembro. Na ocasião, o deputado federal André Janones (Avante-MG), apoiador de Lula (PT), presidente eleito, disse que a parlamentar estaria fugindo do País.

Antes do segundo turno, a parlamentar perseguiu um homem negro na rua enquanto apontava uma arma de fogo contra ele. Ela foi apontada como uma das apoiadoras de Bolsonaro a insuflar bloqueios ilegais nas rodovias ocorridos após o resultado das urnas.

Aliados do mandatário chegaram a acusá-la de ser uma das responsáveis pela derrota dele nas eleições.

A deputada negou que tivesse fugido do Brasil e alegou agendas pessoais no exterior. Ainda afirmou não ter divulgado detalhes sobre a viagem por conta do bloqueio das redes dela pela Justiça.